Orange - Califórnia - Estados Unidos por WSL

5º dia do Vans US Open Of Surfing 2019

Confira a transmissão Webcast e os destaques do 5º dia do QS 10000 Vans US Open Of Surfing 2019. A gaúcha Tatiana Weston-Webb bateu até a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore na quinta-feira e a australiana avançou em segundo lugar em outro dia só de competição feminina.

Previsão Surfguru para Huntington Beach - CA - EUA

A gaúcha Tatiana Weston-Webb segue representando o Brasil no primeiro QS 10000 feminino da história do WSL Qualifying Series. Ela passou para as oitavas de final batendo até a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore, mas a australiana avançou em segundo lugar na bateria. A quinta-feira foi mais um dia só de competição feminina nas ondas de 2-3 pés de Huntington Beach, com a batalha para as oitavas de final masculinas do QS 10000, com onze brasileiros entre os 24 surfistas, ficando para as 7h00 da sexta-feira na Califórnia, 11h00 no fuso horário de Brasília.

A vitória da única brasileira que segue na disputa do QS 10000 feminino, aconteceu na quinta bateria da quinta-feira nos Estados Unidos. A recordista de títulos mundiais, Stephanie Gilmore, largou na frente com notas 5,83 e 7,50 nas primeiras ondas que surfou, no entanto não conseguiu nada melhor do que isso para aumentar seu placar. Tatiana conseguiu virar o resultado também em duas ondas seguidas, que valeram 6,43 e 7,23 para vencer por 13,66 a 13,33 pontos. A gaúcha também derrotou outra australiana, Macy Callaghan, que foi eliminada com 11,60 pontos, ficando em 17.o lugar no Vans US Open.

Com a classificação para as oitavas de final, Tatiana já subiu do sétimo para o quarto lugar no ranking do WSL Qualifying Series, que continua com as australianas Isabella Nichols e Bronte Macaulay na primeira e segunda posições, respectivamente. A gaúcha vem embalada de um vice-campeonato no QS 6000 de Oceanside, também na Califórnia no último domingo. Agora vai enfrentar Mahina Maeda na briga pela quinta vaga nas oitavas de final do US Open.

A japonesa foi uma das duas surfistas que entraram na lista das seis indicadas pelo ranking do QS para a elite das top-16 do CT nesta etapa. A outra é a americana Alyssa Spencer, que também passou para as oitavas na quinta-feira. As duas tiraram do G-6 a taitiana Vahine Fierro e a americana Samantha Sibley, mas a briga prossegue até o último dia na Califórnia, pois qualquer uma pode chegar no topo do ranking com os 10.000 pontos que estão em jogo.

As oitavas de final femininas já foram anunciadas para o sábado em Huntington Beach, com a primeira bateria começando as 7h00 na Califórnia, 11h00 no Brasil. Depois de dois dias sem competir, os homens voltam na sexta-feira para disputar classificação para as oitavas de final. O Vans US Open of Surfing é o maior campeonato do mundo, promovendo um grande festival com as etapas masculina e feminina do QS 10000, da categoria Pro Junior, Longboard, Skate e muitas outras atrações para o público que sempre lota o píer de Huntington Beach.

PRO JUNIOR – Na categoria Pro Junior, para surfistas com até 18 anos de idade, dois sul-americanos vão disputar as semifinais no sábado. O atual campeão mundial Pro Junior da World Surf League, Mateus Herdy, é um dos onze brasileiros que seguem na briga do título do QS 10000, mas ele também quis participar do Pro Junior e passou três baterias, sempre em segundo lugar, para chegar nas semifinais.

Seus adversários na briga pelas duas primeiras vagas na decisão do US Open Pro Junior, são o japonês Joh Azuchi e os norte-americanos Jett Schilling e Taj Lindblad. Na categoria feminina, a atual bicampeã sul-americana Pro Junior da WSL South America em 2017 e 2018, Sol Aguirre, não conseguiu participar do primeiro QS 10000 feminino da história, mas foi até a Califórnia competir no Pro Junior para surfar nas ondas do maior palco do surfe norte-americano.

Assim como Mateus Herdy, a peruana se classificou em segundo lugar nas duas baterias que disputou até as semifinais, despachando três norte-americanas e uma atleta da Nicarágua. Sol Aguirre é a única surfista de outro continente entre as oito finalistas e sua próxima participação será na segunda e última batalha por duas vagas na decisão do título, contra a havaiana Keala Tomoda-Bannert e as norte-americanas Samantha Sibley e Caitlin Simmers.

O QS 10000 Vans US Open of Surfing está sendo transmitido ao vivo de Huntington Beach pelo www.worldsurfleague.com e pelo Facebook Live e pelo aplicativo da World Surf League. A primeira chamada da sexta-feira será as 7h00 na Califórnia, 11h00 no Brasil.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão. A WSL vem promovendo os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 230 eventos globais masculinos e femininos no ano para definir os campeões mundiais do World Surf League Championship Tour, Big Wave Tour, Redbull Airborne, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, além do WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, enquanto incentiva a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial. Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis da WSL, para uma enorme legião de fãs interessados em ver as grandes estrelas, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Tyler Wright, Gabriel Medina, John John Florence, Lakey Peterson, Grant Baker, Keala Kennelly, Paige Alms, Kai Lenny, Steven Sawyer, Soleil Errico, Carissa Moore, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais dinâmico e imprevisível de todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

----------------------------------------------------------------

João Carvalho – WSL South America Media Manager

(48) 999-882-986 – jcarvalho@worldsurfleague.com

----------------------------------------------------------------

QUARTA FASE DO QS 10000 VANS US OPEN OF SURFING:

------1.o e 2.o=Oitavas de Final e 3.o=17.o lugar com US$ 2.500 e 2.200 pontos

1.a: Seth Moniz (HAV), Krystian Kymerson (BRA), Charles Martin (FRA)

2.a: Peterson Crisanto (BRA), Alex Ribeiro (BRA), Connor O´Leary (AUS)

3.a: Michael Rodrigues (BRA), Evan Geiselman (EUA), Kalani Ball (AUS)

4.a: Yago Dora (BRA), Caio Ibelli (BRA), Jorgann Couzinet (FRA)

5.a: Jack Freestone (AUS), Weslley Dantas (BRA), Morgan Cibilic (AUS)

6.a: Kanoa Igarashi (JPN), Barron Mamiya (HAV), Liam O´Brien (AUS)

7.a: Adriano de Souza (BRA), Griffin Colapinto (EUA), Mateus Herdy (BRA)

8.a Conner Coffin (EUA), Tomas Hermes (BRA), Luel Felipe (BRA)

OITAVAS DE FINAL FEMININAS – 9.o lugar com 3.700 pontos e US$ 3.550:

1.a: Caroline Marks (EUA) x Alyssa Spencer (EUA)

2.a: Courtney Conlogue (EUA) x Zahli Kelly (AUS)

3.a: Brisa Hennessy (CRI) x Isabella Nichols (AUS)

4.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Keely Andrew (AUS)

5.a: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Mahina Maeda (JPN)

6.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Bronte Macaulay (AUS)

7.a: Nikki Van Dijk (AUS) x Sage Erickson (EUA)

8.a: Malia Manuel (HAV) x Tessa Thyssen (FRA)

TERCEIRA FASE FEMININA DO QS 10000 VANS US OPEN:

------1.a e 2.a=Oitavas de Final e 3.a=17.o lugar com US$ 2.500 e 2.200 pontos

1.a: 1-Caroline Marks (EUA)=13.70, 2-Zahli Kelly (AUS)=10.10, 3-Summer Macedo (HAV)=9.20

2.a: 1-Courtney Conlogue (EUA)=13.60, 2-Alyssa Spencer (EUA)=13.43, 3-Tia Blanco (PRI)=11.13

3.a: 1-Isabella Nichols (AUS)=14.73, 2-Keely Andrew (AUS)=13.00, 3-Kirra Pinkerton (EUA)-10.70

4.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=11.63, 2-Brisa Hennessy (CRI)=11.57, 3-Minori Kawai (JPN)=6.30

5.a: 1-Tatiana Weston-Webb (BRA)=13.66, 2-Stephanie Gilmore (AUS)=13.33, 3-Macy Callaghan (AUS)=11.60

6.a: 1-Bronte Macaulay (AUS)=17.10, 2-Mahina Maeda (JPN)=11.10, 3-Hinako Kurokawa (JPN)=7.67

7.a: 1-Sage Erickson (EUA)=15.50, 2-Tessa Thyssen (FRA)=11.74, 3-Meah Collins (EUA)=9.56

8.a: 1-Malia Manuel (HAV)=13.60, 2-Nikki Van Dijk (AUS)=13.27, 3-Vahine Fierro (FRA)=5.17

Comentários

Notícias | Mais Notícias