Hawaii - Estados Unidos por Revista Surfar

Bateria polêmica de John John gera repercussão

Ontem foi um dia intenso nos Rounds 2 e 3 do Billabong Pipe Masters. Por ser a última etapa do ano, este é um momento importante para todos que disputam, pois cada fase pode representar o fio da navalha da carreira de cada surfista.

As ondas não estavam como o esperado para uma luta pelo título mundial e muitos destinos foram selados. Jadson André está fora da elite de 2018, Owen Wright e Filipe Toledo caíram no Round 2, Sebastian Zietz perdeu em casa, Kelly Slater afastou Jordy Smith da corrida ao título, Bede Durbidge e Josh Kerr despediram-se dos fãs e da WSL. 

Mas o que marcou o dia foi a etapa polêmica de John John Florence contra o australiano Ethan Ewing. Não seria a primeira vez que o havaiano se envolve em polêmicas desse tipo, mas deixamos o vídeo aqui para vocês julgarem!

Visivelmente podemos perceber que o havaiano começa dando mais gás que Ethan Ewing. De cara, John John pega duas ondas que garantem uma boa pontuação. Em seguida, o australiano passa a precisar de 6,23 pontos para alcançar JJ.

Para sua sorte, Ewing acaba encontrando uma boa onda para pegar um tubo e finalizar com um floater, mas recebe 6,20 pontos. Por 0,3 pontos ele não alcança o havaiano.

Disputa que segue, John John melhora uma de suas notas com um 4,70 e deixa o aussie precisando de 4,67 para alcançar o primeiro lugar.

Faltando um pouco mais de um minuto para fim da bateria, vem uma pérola do backdoor para Ethan, que não desperdiça, mete para dentro, sai limpinho e ataca a junção. Alguns juízes deram a nota, outros não, e a média total fica em 4,60 pontos, sendo insuficiente para bater o havaiano, por apenas 0,06 pontos.

Para todos que estavam assistindo, inclusive para um dos comentaristas, Ewing havia ultrapassado John John, mas ao final vimos que não. A bateria foi tão polêmica que logo a hashtag #WorldShameLeague começou a bombar nas redes.

A próxima chamada acontece hoje, segunda-feira, às 15h30 no horário de verão do Brasil. Confira o Billabong Pipe Masters ao vivo direto do Hawaii, clicando AQUI.

QUARTA FASE – Vitória=Quartas de Final / 2.o e 3.o=Quinta Fase:

1.a: Julian Wilson (AUS), Conner Coffin (EUA), Ian Gouveia (BRA)

2.a: John John Florence (HAW), Joel Parkinson (AUS), Caio Ibelli (BRA)

3.a: Gabriel Medina (BRA), Jeremy Flores (FRA), Ítalo Ferreira (BRA)

4.a: Kelly Slater (EUA), Kanoa Igarashi (EUA), Leonardo Fioravanti (ITA)

TERCEIRA FASE – 13.o lugar com 1.750 pontos e US$ 11.500 de prêmio:

1.a: Julian Wilson (AUS) 15.26  8.34 Ezekiel Lau (HAW)

2.a: Conner Coffin (EUA) 14.03 x 12.60 Mick Fanning (AUS)

3.a: Ian Gouveia (BRA) 8.60 x 6.83 Matt Wilkinson (AUS)

4.a: Joel Parkinson (AUS) 8.50 x 5.47 Miguel Pupo (BRA)

5.a: Caio Ibelli (BRA) 10.13 x 6.57 Michel Bourez (TAH)

6.a: John John Florence (HAW) 10.87 x 10.80 Ethan Ewing (AUS)

7.a: Jeremy Flores (FRA) 6.60 x 2.26 Adrian Buchan (AUS)

8.a: Gabriel Medina (BRA) 10.00 x 9.83 Josh Kerr (AUS)

9.a: Ítalo Ferreira (BRA) 10.26 x 4.17 Kolohe Andino (EUA)

10: Leonardo Fioravanti (ITA) 15.87 x 6.13 Adriano de Souza (BRA)

11: Kanoa Igarashi (EUA) 13.34 x 9.73 Connor O´Leary (AUS)

12: Kelly Slater (EUA) 11.87 x 7.87 Jordy Smith (AFR)

SEGUNDA FASE – Vitória=Terceira Fase e Derrota=25.o lugar com 500 pontos e US$ 10.000:

1.a: Gabriel Medina (BRA) 15.33 x 8.50 Dusty Payne (HAW)

2.a: Ethan Ewing (AUS) 11.54 x 10.17 Owen Wright (AUS)

3.a: Julian Wilson (AUS) 8.56 x 6.87 Benji Brand(HAW)

4.a: Matt Wilkinson (AUS) x w.o-Stuart Kennedy (AUS)

5.a: Adriano de Souza (BRA) 11.93 x 8.33 Jadson André (BRA)

6.a: Kolohe Andino (EUA) 17.10 x 14.96 Jack Freestone (AUS)

7.a: Ian Gouveia (BRA) 13.40 x 11.30 Filipe Toledo (BRA)

8.a: Leonardo Fioravanti (ITA) 13.17 x 10.00 Sebastian Zietz (HAW)

9.a: Joel Parkinson (AUS) 6.10 x 5.13 Wiggolly Dantas (BRA)

10: Mick Fanning (AUS) 8.90 x 8.87 Bede Durbidge (AUS)

11: Kanoa Igarashi (EUA) 12.67 x 6.00 Frederico Morais (PRT)

12: Michel Bourez (TAH) 16.40 x 6.54 Joan Duru (FRA)

 

Fonte:http://surfar.com.br/0bateria-polemica-de-john-john-gera-repercussao/

Comentários

Notícias | Mais Notícias