#tecnologia #comunidade #educação #saúde 
Brasil

Saiba se batem no seu filho na escola

Johanna Johnson

Se você está notando um comportamento diferente em seu filho, pode significar que alguém está maltratando ele.

Hoje em dia, as notícias sobre violência contra as crianças cresceram de forma brutal, e por isso é importante saber com quem o seus filhos andam e o que eles fazem.

O bullying é um dos maiores causadores da depressão e por isso é importante que você saiba se seu filho faz aos outros ou se ele é uma das vítimas. Alguns dos sinais de agressão por bullying são:

A criança se torna introspectiva;

Ele (a) não quer mais ir para a escola;

Quando é tocado em um assunto sobre aparência, a reação é explosiva.

Esses são apenas alguns dos exemplos de reações que as crianças que sofrem bullying possuem. Já se você encontra marcas no corpo dos seus filhos, a conversa deve ser aberta. As crianças devem saber o que podem ou não podem fazer e onde e como podem ou não ser tocadas.

A educação sobre o corpo e os limites entre uma conversa e um insulto devem ser tratadas de forma clara para que a criança que sofra possa informar aos pais sem que ela duvide de que quem está fazendo errado é quem comete a agressão.

Da mesma forma, algumas reações são esperadas daqueles que cometem o bullying ou agressão física, como por exemplo:

Compartilhar mensagens de ódio nas redes sociais;

Não compreender que pessoas são diferentes;

Raiva aflorada;

Superioridade em relação aos colegas;

Maltrato animal.

Muitas mães monitoram os filhos com aplicativos espiões (mspy login) para que saber a localização exata deles, com quem conversam e sobre o quê. É importante manter esse nível de aproximação já que as crianças hoje tendem a seguir pessoas que nem sempre trazem assuntos que são realmente bons para elas.

É difícil bloquear todos os sites impróprios já que hoje muitos começam com assuntos infantis e logo tomam uma linha de violência, conteúdos sexuais e até incitam o suicídio, como foi o caso da boneca Momo e da ‘brincadeira’ baleia azul.

Os aplicativos espiões não mostram que você está vigiando sua criança, mas muitos deles possuem várias funcionalidades além da de localizar o celular. Você pode ver as mensagens de vários aplicativos como Facebook, Whatsapp, Messenger e Snapchat.

Hoje muitos pedófilos entram em contato com as crianças através do Facebook, com perfil falsos, e por isso é importante saber se as pessoas que seu filho conversa são realmente pessoas conhecidas por você e se são pessoas reais. Por isso esses aplicativos estão virando moda entre os pais, pela possibilidade de ter acesso real aos filhos.

Também é importante seguir as professoras e educadoras nas redes sociais e verificar o que é compartilhado por elas, mensagens grosseiras, crueldade com animais e assuntos desse nível devem ser levados à sério pois podem detectar transtornos na personalidade. Por isso, é sempre bom monitorar não só as crianças mas também as pessoas que estão à volta dela, preservando sempre o bem estar dos seus filhos.

Comentários

Galerias | Mais Galerias