#comunidade #educação #saúde #cultura 
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil por REDAÇÃO SURFGURU SC

SURF SEM FRONTEIRAS

Para garantir que todas as pessoas possam ter acesso a espaços de praia, de mar e praticar o surf, surgiu a Associação Surf Sem Fronteiras.

Pessoas com Deficiência (PcD) constituem um segmento cada vez maior da população planetária e ainda sim, as cidades continuam pouco sensíveis as diversidades corporais, violando um dos direitos fundamentais à existência - o direito de estar no mundo.

Para garantir que todas as pessoas possam ter acesso a espaços de praia, de mar e praticar  o surf, surgiu a Associação Surf Sem Fronteiras. Fundada em setembro de 2016, a ASSF utiliza o surf como uma ferramenta de inclusão e transformação social, apoiando a luta pelo direito ao livre acesso contando com uma equipe multidisciplinar de instrutores e profissionais voluntários que desenvolvem a planejam as aulas  de acordo com as necessidades de cada aluno. São cerca de 30 alunos e mais de 50 ainda estão na lista de espera por uma vaga nas aulas.

 

Os equipamentos e materiais utilizados são adaptados para PcDs e ficam armazenados em um banheiro do Restaurante Vereda Tropical, na praia da Barra da Lagoa, onde ocorrem as aulas. Percebendo a necessidade de um local para melhor armazenamento dos equipamentos e melhor qualidade no atendimento aos alunos, solicitamos ao restaurante mais espaço, e o proprietário nos cedeu um terreno no qual uma nova sede com maior área física possa ser construída.

Com um projeto arquitetônico pronto em mãos, agora a ASSF precisa concretizar essa conquista, e para isso está promovendo uma Vakinha ONLINE com o objetivo de arrecadar o valor necessário para custear os materiais e a mão de obra da construção. O projeto arquitetônico é uma gentileza da Arquiteta Soul Surfer Melissa Mezzomo.

Para contribuir com esse trabalho, basta entrar no site www.vakinha.com.br/556391 e ajudar na quantia que puder, sendo pessoa física ou jurídica.

Com o trabalho voluntário e a ajuda da sociedade a ASSF conseguirá melhorar a qualidade das aulas e aumentar a quantidade de vagas, possibilitando que mais Pessoas com Deficiência possam ter acesso a praia e a esse esporte que além de possibilitar momentos de diversão e relaxamento, traz inúmeros benefícios ao ser humano, independente de sua condição física.

O projeto arquitetônico é uma gentileza da Arquiteta Soul Surfer Melissa Mezzomo.

Sigam as atividades do projeto pelo:

instagran  @asurfsemfronteiras

https://www.facebook.com/surfsemfronteirassc/

 

Comentários

Galerias | Mais Galerias