#competição #surf 
Ubatuba - São Paulo - Brasil por Fábio Maradei

Júlia Duarte faz a maior nota no Brasileiro de Surf Feminino

Garantida em 3 semifinais, Júlia Duarte segue surfando bem no sábado e faz a maior nota do Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino.

A carioca Júlia Duarte foi o grande nome deste sábado (24), no segundo dia do Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. A surfista de 16 anos garantiu a maior nota do evento até agora, 9,67, “abusando” das manobras de back side na estreia da categoria sub16. Depois, no round seguinte, voltou a surfar bem, para garantir um 9,10 e se classificar para a sua terceira semifinal (já estava classificada na profissional e na pro júnior).

Previsão de águas rasas para Itamambuca - SP

A atleta do Instituto Gabriel Medina e que atualmente mora em Maresias, São Sebastião, quer fazer história, empolgada com suas boas performances. “Eu sempre fui muito boa de back side, porque eu vi do Canto do Recreio e só é direita. Aqui é bem parecido”, contou, revelando surpresa em estar em três semifinais. “Eu queria muito chegar bem nas três, mas não esperava”, falou. “Quero chegar nas três finais e levar os troféus, porque quando encaixo as manobras, eu embalo”, anunciou a atleta, que é a atual líder do ranking brasileiro amador na sub18 e terceira na sub16.

A competição segue neste domingo, a partir das 8 horas, com as finais, definindo os títulos brasileiros nas categorias profissional e pro júnior, novidade no evento, realizado há quatro anos, e com transmissão ao vivo pela internet, no link http://www.fpsurf.com.br/eventos/18/fem/fem01/aovivo3.php. Neste sábado, as disputas ficaram concentradas nas categorias de base e no longboard profissional.

Além de Julinha, Sophia Medina e Nairê Marquez se sobressaíram. As duas também foram bem em três categorias. Sophia, que foi campeã sub12 em 2017, garantiu vaga na final sub14 e está na semi da sub16 e da pro júnior. “Eu esperava ir bem na minha categoria. E queria ir bem nas outras. Eu sempre confio e tenho fé, mas sabia que não ia ser fácil”, falou Sophia.

“Graças a Deus consegui passar as três e estou feliz porque é o meu primeiro pro júnior e já estar na semifinal estou muito feliz. Agora vou tentar ir para a final”, disse a surfista, destacando o apoio dos pais na praia, Charles, também técnico de Gabriel Medina, e Simone. “Eles dão uma força, na torcida, nas dicas e tem a galera do Instituto também. Muito legal”, comentou.

Nairê já está em duas finais, na sub12 e na sub14, onde defende o título do evento, além da semi da pro júnior. Outras duas atletas que surfaram muito bem neste sábado e também já estavam classificadas na pro júnior foram Maju Freitas e Isabela Saldanha, ambas na sub16 e que ano passado foram campeã e vice nessa mesma faixa etária, com Julia Duarte em terceiro. Sophia Gonçalves é outro destaque, com duas finais, na sub12 e sub14. Já nos pranchões, destaque para Thiara Mandelli e Mainá Thompson, que também brilharam em 2017.

O Wiggolly Dantas apresenta Wizard Brasileiro de Surf Feminino tem os patrocínios da Wizard by Pearson, Perfect Waves, Uba Surf Motors, Atmosfera Incorporadora, Roxy, Hotel São Charbel e Alma Salgada. Apoios: Prefeitura Municipal de Ubatuba, Quiksilver, Padoca Itamambuca, EAB Imóveis, Escola de Surf Suelen Naraisa, Mini Kalzone, Adrenalina, Quiosque da Tia Albertina, Tape Brasil, Varejão Santa Rita, Marinho Grelhados e Sushi, Equiptecnica Produções, Gigi Watery, Mar Cenário Móveis e decoração, Silva Indaiá Supermercado. Colaboração: Tio Sam Restaurante e Pizzaria, Digital Brasil, Sergio Nery Fisioterapia e Fit Camp. Divulgação: Woohoo, FMA Notícias, Adventure Tv e C Nunes Productions. Gerenciamento técnico: Associação Ubatuba de Surf (AUS), Abrasp e Federação Paulista de Surf.

Comentários

Galerias | Mais Galerias