#competição #surf 
Itajaí - Santa Catarina - Brasil por Rodrigo Sikorski

Final do Grand Master Tour 2018 agitou o meio da Atalaia

Amizade, risadas, confraternização e competição. Este foi o clima da última etapa do circuito Grand Master Tour 2018, que aconteceu no domingo (18), no meio da Atalaia, em Itajaí. Os dinossauros do surf catarinense deram um show de surf nas boas ondas.

Fotos por Basílio Ruy.

O domingo começou com sol e todos os atletas curtindo o visual da praia da Atalaia. Muitas histórias do surf catarinense foram relembradas antes do início das baterias, nem a chuva que caiu tirou a empolgação dos competidores. A primeira categoria a entrar na água foi a Master, na sequência Grand Master, Local, Sênior, Kahuna e Grand Kahuna.

Na final da Grand Kahuna, Mickey Hoffmann, com seus 45 anos de surf, não deu chances para seus adversários e levou título. Hoffmann surfou com uma fish biquilha e andou muito nas boas ondas do meio da Atalaia. Em segundo lugar ficou Marcelo Dio, em terceiro Saulo Lyra e fechando o pódio o vice-presidente da ASPI Beto Mão na Borda.

Saulo Lyra e Roni Ronaldo fizeram um grande duelo na final da Kahuna. Os dois atletas batalharam onda a onda e Saulo levou a melhor somando 15,83 pontos contra 13,33 de Roni. Sandro Maia ficou com a terceira colocação e Valdemor Bittencourt em quarto.

Na categoria Local das Antigas a briga foi acirrada até a última volta do ponteiro. Makon Gall em sua última onda acertou uma boa sequência de manobras e saiu da terceira posição para o lugar mais alto do pódio. Marquinho, Vanderlei Bola e Ricardo Karepa completaram o pódio.

Na Grand Master, Adriano Lemos e Márcio Leal disputaram onda a onda a final. Adriano conseguiu achar uma boa onda e somou 13,84 contra 11,40 de Márcio e ficou com título. Rodrigo Peller e Tavinho completaram o pódio.

A categoria Sênior teve o domínio de Dickson Queiros que somou 14,07 pontos. A Briga pelo segundo lugar foi emocionante. Ricardo Tavares nos minutos finais da bateria conseguiu a virada sobre Riomar Rodrigues por apenas 0,30 pontos. A quarta posição ficou com Lázaro Simas.

Na categoria Master, Riomar Rodrigues travou outra batalha. Desta vez foi pelo título e contra Márcio Leal. Os dois atletas surfaram muito e Riomar somou 14,00 pontos contra 13,17 de Leal. Ricardo Tavares terminou com o terceiro lugar e o shaper de Navegantes Ricardo Kertichka ficou com a quarta colocação.

O ASPI Grand Master Tour 2018 tem a apresentação da Banana Wax e patrocínio da APM Terminals através da FMEL através da lei de incentivo ao esporte, Nitrix, Brava Açaí, Bokerão Dupera, The Cave Production, Intuit Surf Shop, Lima Surf Shop, RK Surfboards, Loja Klei, Lek Surf Shop, Oceano, Spirit Walker, Life Surf Wear, Evolua Surf, MR Eletrônicos, Tac Print, Padang Padang Surf Shop. Cobertura: Programa Longarina  Realização: ASPI (Associação de Surf das Praias de Itajaí). Supervisão: Fecasurf (Federação Catarinense de Surf).  

Grand Kahuna

1 Mickey Hoffmann

2 Marcelo Dio

3 Saulo Lyra

4 Beto Mão na Borda

Kahuna

1 Saulo Lyra

2 Roni Ronaldo

3 Sandro Maia

4 Valdemor Bittencourt

Local das Antigas

1 Makon Gall

2 Marquinho

3 Vanderlei Bola

4 Ricardo Karepa

Grand Master

1 Adriano Lemos

2 Márcio Leal

3 Rodrigo Peller

4 Tavinho

Sênior

1 Dickson Queiros

2 Ricardo Tavares

3 Riomar Rodrigues

4 Lázaro Simas

Master

1 Riomar Rodrigues

2 Márcio Leal

3 Ricardo Tavares

4 Ricardo Kertichka

Comentários

Galerias | Mais Galerias