#comunidade #surf 
Ipojuca - Pernambuco - Brasil por Redação Seaway

Luel Felipe treina no quintal de casa

O atleta pernambucano Luel Felipe está de volta a Maracaipe, sua terra natal, após ter disputado as primeiras etapas do Qualifying Series na Austrália e nas ilhas de Martinique e Barbados.

O atleta pernambucano Luel Felipe está de volta a Maracaipe, sua terra natal, após ter disputado as primeiras etapas do Qualifying Series na Austrália e nas ilhas de Martinique e Barbados, no Caribe, está aproveitando para surfar e relaxar em casa antes de embarcar para as próximas etapas.

Luel está focado nos treinos para as próximas etapas que vai competir do QS, que acontecerão no Japão, África do Sul e Estados Unidos. Ele nos contou um pouco sobre a sua preparação para as próximas competições, confira abaixo:

Quais tipos de treinamentos você tem feito para as próximas etapas?

"Tem dado boas ondas aqui em casa, estou treinando bastante, passando muito tempo dentro d'água, testando minhas pranchas e quilhas para os próximos eventos, que vão acontecer no Japão e África do Sul."

Quais pranchas do seu quiver você tem usado com mais frequência? Você vai fazer alguma mudança nos equipamentos?

"Recentemente comecei a surfar com as pranchas do Luke Short (LSD). Estou me adaptando ao equipamento e colocando as pranchas no pé todos os dias. Estou também sempre registrando imagens para poder analisar meus erros e corrigi-los. Assim posso ter mais acertos em cada onda surfada."  

Você pretende fazer alguma surf trip de freesurf no intervalo entre algumas etapas?

"Quero viajar esse ano para evoluir meu surf em ondas perfeitas. Eu e o Gabriel estamos pensando em ir para a Indonésia após o evento no Japão, que será uma etapa do QS 6.000 em um pico que tem ondas parecidas com as daqui do Nordeste."

Quais picos você pretende visitar pelo mundo ainda neste ano?

"Pretendo ir a picos pouco conhecidos e pegar algumas ondas que nunca foram filmadas na Indonésia, vai ser irado poder pegar boas ondas! "

De todas as etapas do QS Tour, onde você tem mais vontade de competir e porquê?

"Estou querendo muito competir em Ballito novamente, pois é uma onda que se encaixa muito bem no meu surf, me sinto muito a vontade lá."

Quais são suas expectativas para o resto de 2018?

"Acabei de voltar dos últimos eventos, onde não tive os resultados esperados, mas o ano só está começando e os eventos com maiores pontuações ainda estão por vir. O bom é poder voltar para casa, colocar a cabeça no lugar e trabalhar, estou bem focado nos treinos físicos e surfando bastante. O trabalho continua sendo feito e o foco continua o mesmo, a evolução do surf é o que mais importa, estou tentando aproveitar mais e me divertir surfando, assim me sinto mais livre e consigo me soltar mais nas competições. Sei que minha hora vai chegar, e quando chegar quero estar preparado mentalmente, fisicamente e surfando como nunca!"


Luel Felipe treinando forte no Cupe.

Comentários

Galerias | Mais Galerias