#comunidade 
Brasil por Fábio Maradei

Gabriel Medina é o Mais Jovem Surfista Brasileiro a Ingressar no WT

O surf brasileiro garantiu mais uma estrela entre os principais nomes do Mundo. A Rip Curl confirma mais um atleta na elite mundial, com o paulista de São Sebastião, Gabriel Medina, sendo o mais jovem brasileiro a ingressar no seleto ASP World Title

Sua estreia foi no último domingo (18) no Hurley Pro 2011, sétima etapa do Circuito, em Lower Trestles, San Clemente, na Califórnia (EUA).

Surfista patrocinado pela marca desde os 15 anos é o principal surfista da sua idade a nível mundial. E para dar continuidade ao seu desenvolvimento rumo ao topo do Circuito Mundial, a Rip Curl Internacional estendeu o contrato de Gabriel Medina até dezembro de 2016, com o compromisso de zelar e dar todo o suporte, incluindo logística, em viagens e etapas, bem como seu aperfeiçoamento físico e técnico.

“Ficamos felizes em estender esta relação com o Gabriel e sua família. Ele é ótimo garoto e tem uma grande estrela”, destacou Felipe Silveira, presidente da Rip Curl no Brasil. “Sem dúvida é um momento especial para o Gabriel, para o surf brasileiro. É um surfista especial que tem um futuro brilhante. Provou isso ao ser o melhor surfista do Qualifying”, argumentou o presidente da Rip Curl no Brasil.

Segundo Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl no Brasil, Gabriel Medina tem a mesma atenção dos outros tops da elite mundial patrocinados pela marca. “E estará sempre ao lado do bicampeão mundial Mick Fanning, que é a grande inspiração dele no surf”, destaca.

“A Rip Curl disponibiliza ainda um ‘pit boss’, que acompanha a equipe internacional em todas as etapas do Circuito Mundial, com foco em prepará-los física e psicologicamente aos eventos e ainda atendê-los nos tramites burocráticos nas viagens”, revela Fernando.

No time principal da Rip Curl, Medina se junta a ninguém menos que Mick Fanning, bicampeão mundial, Owen Wright, rookie of the year em 2010, Matt Wilkinson e o experiente Taylor Knox. E os planos do promissor surfista são ambiciosos. “Estava focado em chegar aqui e agora quero ser campeão mundial no WT. Esse é o meu próximo desafio”, anunciou o atleta, confiante em sua performance.

CONQUISTAS - Sua trajetória demonstra que a missão é mais do que possível. A lista de conquistas é grande para um jovem de apenas 17 anos. A lista de vitórias começou cedo, ainda com 15 anos, ao surpreender todos faturando o WQS 6 estrelas na Praia Mole, em Santa Catarina. No ano seguinte, ergueu a taça do Rip Curl Grom Search International, na Austrália e naquela mesma temporada foi campeão mundial júnior do ISA Games, na Nova Zelândia. Outro primeiro lugar importante e ainda como amador foi no King of the Groms, na França.

Já neste ano veio a sequência que o levou à condição de partilhar as ondas com os tops do Mundo, o WQS 6 estrelas Prime em Imbituba, novamente em águas catarinenses; os dois WQS 6 estrelas na França e na Espanha. Soma-se também a vitória na etapa do Mundial Pro Júnior, também em ondas francesas.

"Vou sempre dar o melhor de mim nas competições do WT. Sei que tenho bastante coisa para melhorar, principalmente em ondas que nunca surfei como Tahiti, mas sei do meu potencial e as pessoas que estão à minha volta como o Charles, a minha mãe e os meus patrocinadores sempre me apoiarão para que eu alcance os meus objetivos", falou o atleta.

Natural de São Paulo, ele iniciou no surf aos nove anos de idade, num dos melhores picos de onda do País, a Praia de Maresias, em São Sebastião (litoral norte de SP), incentivado por Charles, seu padrasto, que ele chama de pai e até hoje seu grande orientador, ao lado da mãe, Simone.

LINK DE FILME PRODUZIDO PELA RIP CURL PARA AS BOAS-VINDAS DO ATLETA À ELITE MUNDIAL.

Medina

Comentários

Galerias | Mais Galerias